Rádio Boa Nova – De Oliveira do Hospital para todo o mundo.

terça-feira, 18 de abril de 2017

LAGOS DA BEIRA - UMA NOVA PÁGINA NA HISTÓRIA

Segundo a obra de Tarquínio Hall, “Lagos da Beira – Subsídios para a sua História”, o nome de Lagos surge pela primeira vez em documentos nas Inquirições de Dom Afonso III, em 1258. Numa obra recentemente editada e de que falarei noutro artigo, o autor refere outra data. Trata-se do livro “Meruge – Contributos para a História da Freguesia de Pedro Pina Nóbrega. Aqui é citado um documento de doação de dois casais da Lajeosa ao Mosteiro de Santa Cruz. As doações foram feitas por Gonçalo Afonso e sua esposa em 1138. O documento faz referência a várias povoações, como Meruge, Lajeosa, Lagares, Travanca e Lagos. A História tem esta dinâmica de nunca estar completa. Apesar da importância das Inquirições de Dom Afonso III, ficamos a saber da existência de um documento escrito 120 anos antes e que tem a particularidade de ser anterior à nacionalidade. Note-se que só no ano seguinte, em 1139, é que Afonso Henriques foi aclamado rei, após a estrondosa vitória contra os mouros na Batalha de Ourique. A partir daqui, a acção diplomática do Arcebispo de Braga, Dom João Peculiar, levou à assinatura do tratado de Zamora em 5 de Outubro de 1143, dando a independência a Portugal.